sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Vejo sol e logo vejo a vida!



Levanto voo em meus sonhos
Numa grande aventura.
Deixo as tristezas serem vencidas.
No encontro de um grande amor.
Com a pureza de uma alma ingênua,
me refaço como mulher que sou.
Amante de grandes desejos,
levará o que tenho dentro de mim.
Desamarrada das coisas materiais,
Minha alma se eleva em algo maior...
Sinto que sou apenas uma menina
Com sorriso nos lábios.
Aprendendo a arte em me doar sem medo.
Olho para o espelho logo me vejo, um corpo
De mulher que anciã em viver.
Adriana Leal

Nenhum comentário:

Este Site respeita os Direitos Autorais.
Violá-los é crime previsto na Lei 9610/98. art. 184, do Código Penal Brasileiro.